INFILTRATION OF WATER AND SALINITY IN LUVISSOLO OF THE BRAZILIAN SEMIARID CULTIVATED WITH DIFFERENT MANAGEMENT SYSTEMS

Francisco Sandro Rodrigues Holanda, Renisson Neponuceno Araújo Filho, Alceu Pedrotti, Tiago Oliveira Santos, Heide Vanessa Souza Santos

Resumo


The objective of this study was to evaluate the basic infiltration rate (IB), the cumulative infiltration (CI) and electrical conductivity (EC) of saturated-paste extract, in a LUVISSOLO CRÔMICO cultivated under tillage systems such as conventional tillage (CT), the minimum tillage (MT) and no-tillage (NT), on crop rotation. The infiltration basic velocity (IB) andAccumulated infiltration(CI) were determined by the ring infiltrometer; EC by thesaturated-paste method and moisture by the gravimetric method. After two and a half years of field research, the infiltration rate and cumulative infiltration was greater in NT, followed by MT and CT.Higher water infiltration rates are related to the sites where conservation practices were adopted, improving soil structure. 


Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR NETTO, A. O.; MACHADO, R.; BARRETO, M. C. V. 2006a. Diagnóstico do processo de salino-sodificação no Perímetro irrigado Jabiberi-SE. Revista Irriga. Botucatu, v. 11, n. 04, p.448-459.

AGUIAR NETTO, A. O.; MACHADO, R.; VARGAS, M. A. M. 2006b.Sustentabilidade do Perímetro irrigado Jabiberi-SE. Revista RA’E GA. Curitiba, n. 12, p. 153-159.

ANTONINO, A. C. D.; SAMPAIO, E. V. S. B.; DALL’OLIO, A.; SALCEDO, I. H.2000.Balanço hídrico em solo com cultivos de subsistência no semiárido do nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. Campina Grande, v. 4, n. 1, p. 29-34.

AYERS, R. S.; WESTCOT, D. W. 1994. Water Quality for agriculture. 3rd. ed. Rome: FAO, 174 p. (FAO. Irrigation and Drainage Paper, 29).

BRASILEIRO, R. S.2009.Alternativas de desenvolvimento sustentável no semiárido nordestino: da degradação a conservação. Scientia Plena, São Cristóvão, v. 5, n. 5, p. 1- 12.

CHAVES, L. C. G.; ANDRADE, E. M. DE; CRISOSTOMO, L. A.; NESS, R. L. L.; LOPES, J. F. B. 2006.Risco de degradação em solo irrigado do Distrito de Irrigação do Perímetro Araras Norte, Ceará. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 37, n. 3, p. 292 – 298.

DIAS, N. D. S., DUARTE, S. N., GHEYI, H. R., DE MEDEIROS, J. F., & SOARES, T. M. 2005. Manejo da fertirrigação e controle da salinidade do solo sob ambiente protegido, utilizando-se extratores de solução do solo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 9, n. 4, p. 496-504, 2005.

EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. 1997. Centro Nacional de Pesquisa de Solo. Manual de métodos da análise de solo. 2.ed. Rio de Janeiro, 212p.

FERREIRA, P. A.; MOURA, R. F.DE; SANTOS, D. B. DOS; FONTES, P. C. R.; MELO, R. F.DE. 2006.Efeitos da lixiviação e da salinidade da água sobre um solo salinizado cultivado com beterraba. Revisa Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 10, n. 3, p. 570-578.

GHEYI, H. R. 1997Efeitos dos sais sobre as plantas. In: FAGEIRA, N. K.Manejo e controle da salinidade na agricultura irrigada. Campina Grande, PB: UFPB, p. 125-131.

GHEYI, H. R.; MEDEIROS, J. F.; BATISTA, M. A. F.1991. Prevenção, manejo e recuperação de solos salinos e sódicos. Mossoró: ESAM, 70p.

IBAMA.2006. Caderno da Região Hidrográfica do São Francisco / Ministério do Meio Ambiente, Secretaria de Recursos Hídricos. – Brasília: MMA, 148 p.

KLEIN, V.A.; LIBARDI, P.L. 2002. Condutividade hidráulica de um Latossolo Roxo, nãosaturado, sob diferentes sistemas de uso e manejo. Ciência Rural, Santa Maria, v. 32, p. 945-953.

KOSUTIC, S.; HUSNJAK, S.; FILIPOVIC, D.; BOGUNOVIC, M.2001.Influence of different tillage systems on soil water availability in the Ap- horizon of an Albic Luvisol and yield en north-west Slavonia, Croatia. Die Bodenkultur, Austria, v. 52, n. 3, p. 215-223.

KUTÍLEK, M. Soil hydraulic properties as related to soil structure. 2004. Soil & Tillage Research, Amsterdam, v. 79, p. 175-184.

LACERDA, C. F.; SOUSA, G. G.; SILVA, F. L. B.; GUIMARÃES, F. V. A.; SILVA, G. L.; CAVALCANTE, L. F.2011. Soil salinization and maize and cowpea yield in the crop rotation system using saline waters. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 31, n. 4, p. 663 – 675.

LIMA, J. R. S.; ANTONINO, A. C. D.; LIRA, C. A. B. O.; SILVA, I. F.2005.Estimativa da evapotranspiração em uma cultura de feijão Caupi, nas condições do Brejo Paraibano. Agropecuária, Areia, v. 26, n. 2, p. 86-92.

LIPIEC, J.; KUS, J.; SŁOWIŃSKA-JURKIEWICZ, A.; NOSALEWICZ, A.2006. Soilporosity and water infiltration as influenced by tillage methods, Soil & Tillage Research, Amsterdam, v. 89, p. 210–220.

LOPES, J. D. B.; ANDRADE, E. M. DE; CHAVES, L. C. G.2008.Impacto da irrigação sobre os solos de perímetros irrigados na Bacia do Acaraú, Ceará, Brasil. Engenharia Agrícola, Jaboticabal, v. 28, n. 1, p. 34 – 43.

MAAS, E. U. Crop tolerance. 1984. California Agriculture, California, v. 38, p.20-21.

MACEDO, L. S.; MENINO, I. B.1998. Monitoramento de sais na água e nos solos irrigados do projeto Vereda Grande, PB. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 2, n. 1, p. 262-267.

MACHADO, R.; AGUIAR-NETO, A. O.; CAMPECHE, L. F. DE S. M.; BARROS, A. C.2007.Efeito da salinidade em características físico-hídricas em solos salino-sadilizados no perímetro irrigado Jabiberi-SE. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, Fortaleza, v. 1, n. 1, p. 15-19.

MENDES, J. S.; CHAVES, L. H. G.; CHAVES, I. B. 2008. Variabilidade temporal da fertilidade, salinidade e sodicidade de solos irrigados no município de Congo, PB. Revista Brasileira de Ciências Agrárias. Recife, v. 3, n. 1, p. 13-19.

RUIZ, H. A.; SAMPAIO, R. A.; OLIVEIRA, M. DE; FERREIRA, P. A. 2006.Características físicas de solos salino-sódicos submetidos a parcelamento da lâmina de lixiviação. Revista de la Ciencia del Suelo y Nutrición Vegetal, Chile,v. 6, n. 3, p. 1 – 12.

SANTANA, M. J. DE; CARVALHO, J. DE A.; SOUZA, K. J. DE; SOUSA, A. M. G. DE; VASCONCELOS, C. L.; ANDRADE, L. A. DE. 2007.Efeitos da salinidade da água de irrigação na brotação e desenvolvimento inicial da cana-de-açúcar (Saccharum spp) e em solos com diferentes níveis texturais. Ciência Agrotecnologia,Lavras v. 31, n. 5, p. 1470 – 1476.

SAXTON, K. E.; RAWLS, W. J.2006. Soil Water Characteristic Estimates by Texture and Organic Matter for Hydrologic Solutions. Soil Science Society American Journal. Madison, v. 70, p. 1569–1578.

SILVA, E. F.; ASSIS JR., R. N.; NESS, R. L. L. 2004. A qualidade da água de irrigação e atributos físicos do solo: o caso de um Neossolo Flúvico. In: OLIVEIRA, T.S. (org.). Solo e água: aspectos de uso e manejo. Fortaleza: Departamento de Ciências do Solo, UFC, p. 274-297.

SILVA, J. C. A.; ANDRADE, A. P.; SILVA, I. F.2006.Avaliação da infiltração da água no solo como indicador de modificações edáficas em três sistemas de manejo. Agropecuária Técnica, Areia, v.27, n.2, p.85–91.

VALLADARES; G. S.; FARIA; A. L. L.2004.SIG na análise do risco de salinização na Bacia do rio Coruripe, Al. ENGEVISTA, Rio de Janeiro, v. 6, n. 3, p. 86-98.




DOI: https://doi.org/10.37856/bja.v92i3.3229

Apontamentos

  • Não há apontamentos.